sábado, janeiro 29, 2011

Inocente Graça


Encantos mais singelos da doçura
De beleza de tua graça infantil
Reluzindo com a graça e ternura
Colorindo de amor um mundo vil

É a Luz que do Alto vem cingindo
É a graça que emana de uma glória
São as luzes pelo céu que vão surgindo
Pela terra, pela paz, e pela história

E que venha a doce paz da Inocente
Para o mundo, para povos e demais
Que abrande até mesmo o intolerante
Quebrantando os corações de muito mais

Que os anjos amorosos deslumbrantes
Cantem glória de louvor e alegria
E as almas convulsivas, torturantes
Vivam sempre em singela harmonia

Tudo salva, na essência do Amor
Tudo abranda tudo cura e floresce
Com a graça, no alívio para a dor
É desejo que tornei em uma Prece...

Nenhum comentário: