sábado, fevereiro 12, 2011

Nos Recintos do Coração

 
No coração mais puro que possa existir
Tem um amor vertido por um alguém
Do amor mais puro que possa sentir
De amor sagrado que a vida sustém...

Sente o coração pulsando e tão devagar
Sente toda essa dor que à noite dizia
No silêncio notívago da alma a pensar
Do amor sublime que à alma nutria...

A Palavra mais doce que pudesse sentir
A Vida! Que já não era mais vida,
Em teu coração silente a ferir...

Em teus recintos ressurge uma prece!
Vagando nas horas, dos doces ensejos
No frio tumular, do amor que não perece!

*Imagem Google

17 comentários:

Mel Braga disse...

Simplesmente lindo!!! e muito bem ilustrado.

beijo grande

Magia da Inês disse...

Olá, amigo!
Passei para ler, reler e admirar os seus versos.
Bom fim de semana!
Beijinhos.
Minas.♫♫° ·.
•♫♫•.¸¸.•♫♫•.¸
°º♫

flor de jasmim disse...

Olá
Por e simplesmente maravilhoso... muito sentido.
Beijo

Mel Braga disse...

Seu coração generoso trouxe alegria e poesia à minha alma...
Obrigada por perfumar meu cantinho com versos tão abençoados...

Adorei... e não encontro palavras o suficiente para lhe agradecer...

beijo grande

Flor de Lótus disse...

Ah o coração!!!"O coração tem razões que a própria razão desconhece".
Lindos versos como sempre de uma delicxadeza ímpar.
Um ótimo fim de semana!
Beijosss

Toninhobira disse...

Isto é de uma beleza impar amigo. Aqui voce com arte pinta o amor na sua mais pura essencia,como ele deve ser.Meu abraço de paz.

Multiolhares disse...

o amor jamais morre ele vive no universo
Bj

Maria disse...

Querido amigo sempre sublime, os seus poemas são escrito com alma e coração e isso torna-os mágicos.
Tenha um Domingo muito feliz, com paz e harmonia.
Beijinhos
Maria

ⓣⓔⓡⓔⓢⓐ ⓒⓡⓘⓢⓣⓘⓝⓐ disse...

Oiee!!
Quando se ama.....não há distancia para o amor, sempre existe uma maneira de reverenciá-lo.
A música completou perfeitamente o post...A-Ha um clássico!!

Bom fds e obg por sua visita....seja sempre bem vindo!
bjs

Vinicius.C disse...

Lindo texto!

é difici, não gostar quando se trata de amar, difici, encontrar rasuras eu gosto do que leio meus parabens!

Um ótimo domingo!

Espero que venha no Alma do Poeta!

Vinicius.

Líricas Imagens disse...

Teus gestos são tão simples...
que se tornam gigantescas atitudes...

Marta Bittencourt

Beijos meus........M@ria

Claudio Poeta disse...

Gostei muito! Parabéns, amigo! - Abração

M@ria disse...

"Quem me Julga pelas Aparências
Corre o Risco de Nunca Ver
de Verdade o Meu Coração."

Pe. Fábio de Melo

Feliz Domingo e beijos meus!! M@ria


Obs:Te espero aqui Novo blog
http://mariabozoli.blogspot.com/

Silenciosamente ouvindo... disse...

Bom domingo amiga.Bj.

JB disse...

Obrigada pela sua visita e comentário.

Já passeei pelo seu espaço e encontrei imensa sensibilidade, palavras que são escritas com alma.

Gostei deste poema, profundamente delicado e sentido!

Continuarei por aqui!

Beijinho
P.S. Magnífico "A janela surrealista"

Zil Mar disse...

Belo poema!

Para as “palavras do coração” não é preciso fala, um único gesto basta.

bjo Poeta!

Zil

Borboleteando disse...

Simplesmente fascinante...
Encantada e embevecida com suas lindas palavras...
Ótima semana
bjus