terça-feira, fevereiro 01, 2011

Vinho de Jesus

Num dia festivo de um casamento,
Cantores, flautas, e gente a dançar.
Música, tambores, e alegre momento,
Que mais poderia alguém desejar?

Banquete, barulho, e burburinho!
É um casamento de boda em Caná.
Jesus, sua mãe para lá convidados,
Nos potes, porém, o vinho não está.

O Mestre, no entanto nem reclamou,
Pois nada do vinho sequer lhe deixaram,
O Mestre discreto, calado ficou
Nem mesmo as taças com vinho restaram

Maria avisou ao Mestre Jesus
Jesus aos servos ordena na hora
-Enchei com água todos os potes
A água nos potes em vinho transforma!

Provaram do vinho, os homens na sala.
Disseram a todos: - Mas que saboroso!
Alguém tão surpreso a todos declara:
-Meu Deus, é um vinho suave e gostoso!

O vinho da água que o Mestre tornou,
Do néctar do fruto da nobre videira,
Levou-me um instante na vide pensar,
Caná e o milagre singelo das bodas:

Com esse milagre Jesus, e o vinho
Ficou a mensagem à todos então.
Bebida das mesas dos ricos e pobres
Será nosso vinho embebido no pão.

O sangue do vinho tinto na taça
O vinho que alegra o meu coração
O aroma do vinho branco não passa
Nos doces momentos de Eterna Paixão.

Nenhum comentário: