sábado, março 26, 2011

Tua Ausência

Tens a essência graciosa das flores
Nos sonhos dos mundos infindos
De encantos, de histórias e amores
Carícias de corpos, singelos e lindos

Por entre flores singelas de encanto
Por entre os brilhos da luz radiante
Entre perfumes do lírio, e um tanto
Por entre o sonho de amor exultante...

Busquei-te nos sonhos de outrora
E em cada ser, para ver se eras tu
Nos mundos, nas letras, poemas afora...

Findou-se o dia do amor que verti
Forjado na alma contrita do sonho
Restando poemas do amor que vivi...


20 comentários:

TITA disse...

Amigo,muito obrigado pelo teu poema que deixaste no meu espaço.Não tenho palavras.Mais um belo poema teu a dizer-nos que do amor ficam sempre sinais.E se sobrarem poemas,que bom...Um grande abraço.

YOLITA disse...

Es dificil olvidar el perfume del amor..impregnado en cada rincón del alma..de la vida...jamás dejaremos de percibir su aroma.
Te felicito por esa belleza de versos..tocaron mi fibra más profunda..mi correo por si deseas algun dia escribirme..
yolita3811@hotmail.com
Un beso colombiano

Rosa Mattos disse...

Bom dia, poeta.

Vim convidá-lo a conferir meu poema que está na segunda etapa do Ostra da Poesia.

Se gostar e quiser deixar um comentário nele, agradeço o carinho.

Tua ausência...será sentida. ♥ bj

Maria disse...

Querido amigo muito obrigado pelo poema maravilhoso que deixou no meu humilde cantinho, fiquei encantada com o seu gesto de carinho, está publicado na barra lateral do meu blog.
Obrigado também por me dar permissão para poder colocar poemas seus, sempre que o fizer virei avisar e terão sempre a indicação do seu blog.
Tenha um santo Domingo
beijinhos
Maria

Perola disse...

Maravilhoso poema,vocês poetas são incríveis.
Um poema singelo,puro e de uma grandeza de sentimento fora do comum.
Parabéns poeta.
Um doce beijo.
Um belo domingo.

Flor de Lótus disse...

Bom dia, meu caro Poeta!A ausÊncia sempre dói no peito,mas dizem que com o tempo ela diminui e que é preciso abrir dentro do nosso coração lugar para um novo amor,para as coisas boas e as novas possibildiades que estão ai...
Um ótimo domingo!
Beijosss

António disse...

Busquei-te nos sonhos de outrora
E em cada ser, para ver se eras tu.

Quantas vezes ao longo da vida fazemos esta interrogação.

Bjs!

Bela Bittencourt disse...

Fiquei maravilhada com seus poemas tão transbordantes em emoção. Eles realmente tocam nossa alma!
Gostei e fiquei!
Um ótimo domingo!
Abraços.

MM - Lisboa disse...

Para além do poema (sentido como sempre), gostei da foto!

jinhos,
MM

Sonhadora disse...

Meu querido

Como sempre fico inebriada com o teu sentir...sempre dos teus dedos escorrem flores em forma de palavras...perfumadas de rosas e sonhos de amor.

Deixo o meu beijinho carinhoso
Sonhadora

Ingrid disse...

ausencias...
nos tocam tanto..
lindos versos querido..
beijos perfumados

Lourdes Ariana disse...

Bela poesia,parabéns
Lourdes Ariana

Pablo & Florbela disse...

Não tentes me fazer
menor que sou
nem dissipar meu sonho
com a ironia,
pois se em teu peito
O amor já se apagou,
no meu, ele renasce todo dia

FÁTIMA GUERRA (MELLÍSS)

Feliz Semana e beijos meus! M@ria

Borboleteando disse...

Querido poeta, vc sempre me surpreendendo tudo aqui é tão lindo que me faz emocionar...
Tenha uma linda e abençoada semana
Beijos de Luz!! *-*

Toninhobira disse...

Na eterna busca de nossas lembranças que faz a viagem pelos campos mais serenos de nossas emoçoes.Voce canta com elegancia esta nossa ausencia de nós mesmos nesta sede de amar.Aplausos amigo,suas palavras são como empurroes para prosseguir.Sempre grato.Um abração.

Zil Mar disse...

Poeta...

Escreve seus versos com tanta doçura que me contagiam...

Bjo grande e minha admiração!



Zil

flor de jasmim disse...

Vozes de Minha Alma
A ausência dói demais é uma dor eterna, cada dia aumenta acompanhada pela saudade. Amei teu poema coberto de emoção ele toca-me na alma.
Beijo

O Árabe disse...

Fantásticos, irmão, texto e imagem! O que, aliás, aqui é uma constante. :) Meu abraço, boa semana. Salam Aleikum@

ValeriaC disse...

Divino como sempre...mesmo na ausência declarada, ficou um perfume de amor no ar nestes versos seus...adorei...
Beijinhos...
Valéria

Evanir disse...

Querio amigo ..
Um lindo poema creia não sou poeta mais hoje vivo do poema de cada um de vcs.
Um beijo carinhoso,Evanir.
www.aviagem1.blogspot.com