terça-feira, abril 05, 2011

Tributo a uma Guerreira (Sta. Joana D'arc)


Em paz na tênue bruma do santo lugar
Choram os orvalhos na laje esculpida...
Junto à escultura me ponho a rezar,
De alva singela, de nobre e tão linda...

Por rudes caminhos eu vim peregrino
Em solo bretão de um santo templário
Na paz tranqüila e talvez meu destino
Em doces encantos de tal santuário...

Um santo lugar de lendas e glórias...
Que hoje contrito devoto uma crença
Nas lutas extremas de tais sentimentos.

Transborda em mim a sutil devoção
No longo silêncio do amor tão singelo
De prantos tardios pelos teus sofrimentos.




Joana D’arc nasceu na França no ano de 1412 e morreu em 1431 (época medieval). Foi uma importante personagem da história francesa, durante a Guerra dos Cem Anos (1337-1453), quando seu país enfrentou a rival Inglaterra. Joana D’arc foi canonizada (transformada em santa) no ano de 1920.
A história da vida desta heroína francesa é marcada por fatos trágicos. Quando era criança, presenciou o assassinato de membros de sua família por soldados ingleses que invadiram a vila em que morava. Com 13 anos de idade, começou a ter visões e receber mensagens, que ela dizia ser dos santos Miguel, Catarina e Margarida. Nestas mensagens, ela era orientada a entrar para o exército francês e ajudar seu reino na guerra contra a Inglaterra.
Motivada pelas mensagens, cortou o cabelo bem curto, vestiu-se de homem e começou a fazer treinamentos militares. Foi aceita no exército francês, chegando a comandar tropas. Suas vitórias importantes e o reconhecimento que ganhou do rei Carlos VII despertaram a inveja em outros líderes militares da França. Estes começaram a conspirar e diminuíram o apoio de Joana D’arc.
Em 1430, durante uma batalha em Paris, foi ferida e capturada pelos borgonheses que a venderam para os ingleses. Foi acusada de praticar feitiçaria, em função de suas visões, e condenada a morte na fogueira. Foi queimada viva na cidade de Rouen, no ano de 1431.

19 comentários:

Carla Fernanda disse...

Grande biografia, grande alma, belíssima poesia e linda música.
Amei!!
Carla Fernanda

Bela Bittencourt disse...

Você conseguiu nos levar a época medieval e passar, com maestria, a sensação de que o eu-lírico estaria vivo na época de Joana D'Arc e, não só isso, que seria alguém que verdadeiramente a adorava e sentia toda a dor dela como se fosse a sua própria.
Fico encatada com o seu talento!
Abraços medievais.

Toninhobira disse...

Belo resgate ecom reconhecimento e poesia a uma heroina,que nossa historia as vezez renega.Muito bom amigo esta sua sensibilidade.Meu abraço de paz e muita saude.

Marilu disse...

Querido amigo e poeta, belíssimo poesia, e excelente biografia desta grande mulher. Viajamos no tempo, onde ser mulher deveria ser um fardo muito pesado, fico imaginando ser Joana. Adorei. Beijocas

Maria Luisa Adães disse...

Bela lembrança, amigo, Joana D´arc,

nascida em Champagne, próximo de Dorémi.
Morre com 19 anos e a inquisição a matou e o Rei a abandonou...

Um beijo para ti. Tenho estado doente e não posso escrever muito.
Desculpa minhas ausências.

Maria luísa

Maria Luisa Adães disse...

Acrescento:

o poema que lhe dedicas, é muito belo e doce...

Mª. Luísa

Barbara disse...

Olá!
Desculpa a demora pra responder, andava meio sem tempo..
mas obrigada pela visita, adorei o post!
Beijo grande!!

Amapola disse...

Boa tarde, querido amigo poeta.

O poema é uma homenagem linda.
A vida dela causa fascínio, devido a sua coragem e fé.

Como sempre, as injustiças são causadas por mentes doentias e sedentas de poder.

Um grande abraço.
Fique com Deus.

Van disse...

Esta história de Joana D'arc sempre me impressionou.

òtimo post

Sonhadora disse...

Meu querido

Um grande Poeta...uma grande Mulher, linda a tua homenagem em belos versos.

Beijinho com carinho
Sonhadora

Pelos caminhos da vida. disse...

Uma bela dedicação a uma gde mulher.

Bom dia amigo!

beijooo.

Laura disse...

Foi uma Guerreira da Luz, todas as batalhas ela antevia e a sua força na luta nota-se que vinha do alto...ela foi uma Santa vidente, médium, guerreira.

Um abraço da laura

Olinda Melo disse...

Lindo poema!Dedicado a uma mulher que conseguiu vencer o próprio tempo. Os seus feitos e o seu sacrifício tornam-na imortal.

Abraço

Olinda

ValeriaC disse...

Linda sua poética homenagem querido...voce é puro talento, já te disse e repito...minha admiração a ti...
Joana D'arc foi uma mulher de força, fibra,uma mulher de fé, profundo amor, infelizmente incompreendida em seu tempo, tendo que passar por tantos sofrimentos.
Meu carinhoso abraço a ti...beijos...
Valéria

TITA disse...

Que bela homenagem a uma alma tão nobre.O teu poema é belo e ao mesmo tempo uma interpelação...Um grande abraço e a minha gratidão pela tua presença.

Celina disse...

QUERIDO AMIGO PAZ PARA TODOS , DESEJO UM FINAL DE SEMANA BEM LEGAL PARA VC . JOANA DARC É MUITO ESTUDADE E AMADA NA NOSSA DOUTRINA, PARABENS AMIGO PELA SUA ESCOLHA, UM ABRAÇO CELINA.

Flor da Vida disse...

Meu amigo, poeta querido,
sem palavras pra descrever tão linda e emocionante obra!
Mas o seu pranto não é tardio...
É a sua sensibilidade que aflora, e traz à tona algo tão profundo, que ainda nos dias de hoje, faz de tantas mulheres, "Joana D'arc"...
Aplaudo-te com o coração!!!

Beijos

ONG ALERTA disse...

Perfeito...abraço Lisette.

LUCONI disse...

Amigo não me esqueci de ti não, é que graças a Deus estou revisando dois livros de autores aqui da baixada,então preciso cumprir prazos, e também não gosto de enrolar, hoje já com quase tudo revisado,dei-me ao luxo de vir abraçar os amigos, e olha li os últimos textos, mas tenho que deixar meu comentário neste, pois ela foi vítima da ignorância aliado ao poder, mas independente da ignorância e maldade da igreja, ela reluz pelo infinito,comandando exércitos de anjos de luz, beijos Luconi