domingo, julho 10, 2011

O Conspirador

Um espírito nefando, hostil, exacerbado
Como uma hidra de tentáculos infernais
Avalia em números um corpo dilacerado,
Em sofrimentos, em dores e em tristes ais

Nos corredores vítreos, frios, aristocráticos,
E por detrás das mesas, calcula e mercadeja!
Engendra os números sinistros, burocráticos,
Blefa as conspirações, injúrias, e esbraveja!

Mas esse espírito enganador, voraz e bestial,
Rasteja com dificuldade nas vítreas catedrais
Falando com voz suave, em cifras do capital!

Como é de origem tenebrosa e própria dos vampirismos,
Os gládios fraternos do amor, feitos anjo com um escudo
Lançarão esse verme pegajoso, de volta para os abismos!


Minha fonte de inspiração foi o texto "Olá Moody's" da Olinda do Xaile de Seda

28 comentários:

Arnoldo Pimentel disse...

Um poema forte e perfeito, parabéns poeta.

valquiria disse...

Profundo, intenso, cheio de verdades. Contemplei com olhos espirituais tais sombras que comemoram as dores e as lágrimas deste mundo, mas a Fé num Deus de Amor fortalece a esperança, e aqueles que semeiam em lágrimas tem a promessa de colher sorrindo. Beijo teu coração com afeto irmão.

Flor de Jasmim disse...

Vozes de Minha Alma
"Mas esse espírito enganador, voraz e bestial,Rasteja com dificuldade nas vítreas catedraisFalando com voz suave, em cifras do capital!"
Intenso!!! Adorei a imagem, é linda.
Beijo

Chiquinha Menduina disse...

OLá Antonio, seu poema trasmite uma expectativa até o fim.... gostei muito... beijos

Flor de Lótus disse...

Olá meu caro Poeta!Como tu mesmo disse os anjos levarão embora todas essas coisas ruins...
Beijossss

Bela disse...

Caro amigo poeta, seus versos são tão intensos que nos deixam, igualmente, revoltados.
O capitalismo nada mais é que um polvo que, com seus tentáculos, aprisiona e devora os pequenos sem o menor escrúpulo ou arrependimento.
Beijos e uma boa semana,
Bela.
Ps: há um desafio-brincadeira te esperando no Inconsistência!

LUCONI disse...

Voltei e que bom que voltei, porque encontrei este poema que além de belo é extremamente profundo em suas entrelinhas fala grandes verdades, concordo plenamente com a Valquiria.

Agora meu amigo postei teu poema em minha página do Recanto e fiz outra postagem explicando o Hanucá e depois da história fiz a minha crônica, a dediquei a você e se puder gostaria de sua opinião. Beijos Luconi

MARILENE disse...

Eu o vi em revolta profunda diante dos enganos impostos. Eu o vi dando um grito de alerta contra as vozes que causam dor.

Poema profundo!

bjs.

Janaina Cruz disse...

Imagina o que estar ainda por vir...

Amei a força do poema, quando crescer quero escrever desse mesmo jeitinho... rs

Eu gosto quando leio poesias que são gritos, gritos de quem vive e sabe o andar do mundo atual...

Seguir-te-ei com prazer!

Abraços mil

rosa-branca disse...

Olá amigo, muito intenso e tão cheio de verdades. Adorei. Beijos com carinho

Pedro Menuchelli disse...

Antônio,
A grande verdade é que todos os dias, em toda hora, temos que enfrentar diversos maus que nos aparecem. As vezes, são simples e corriqueiros, porém, em outras são fortes e podem nos deixar muito péssimos.
Em todo caso, o que nos fortalece é a fé.
Uma fé em Deus, a fé no maior ser divino que nos fortalece e nos dá vida a cada dia e não cobra nada por isso.
Uns acreditam em Deus, outros em Messias, isso não é o mais importante.. o importante é acreditar.
Acreditar que pode-se ir mais além, pode-se chegar mais longe se existir o esforço. O esforço que muitas vezes as pessoas deixam de lado, inconscientemente, por acharem que não são capazes de alcançar seus objetivos.

E todos os dias que venho por aqui Antônio, saio mais feliz pois adquiro um conhecimento unico, capaz de estar presente em todos os dias da minha forma, direta ou indiretamente. Acho que o mais importante dos dons você possui: escrever com o coração.
E quando se escreve por prazer, por gosto a escrita, tudo sai mais lindo, assim como sempre vejo por aqui.

Mesmo distante, deixo meu abraço e a minha vontade de estar cada vez mais perto de uma pessoa maravilhosa que pode ser considerada um exemplo como você. Um grande abraço, uma ótima semana meu caro amigo.

O Árabe disse...

Fantástico, irmão, com que facilidade te serves da poesia, para exprimir as mais diferentes realidades. Meu abraço e minha admiração; boa semana!

ValeriaC disse...

Mensagem forte e profunda em seus versos meu querido...voce a transmitiu muitíssimo bem...
Que sua semana seja doce e serena...beijos
Valéria

Celina disse...

Versos bem feitos como sempre, vc consegue dar o seu recado através do que que vc quer, admiravel poeta, Um abraço Fraterno Celina.

Vieira Calado disse...

É esse e outros,

por vezes muito bem disfarçados

até de humanitários!

Saudações poéticas

Zil Mar disse...

Boa noite Poeta...fiquei um tanto supresa com o poema....

achei belissímo....forte...me lembra uma fase de grandes contestações...

deixo meu carinho e admiração...sempre...


Zil

Olinda Melo disse...

Caro Antônio

Em primeiro lugar agradeço-lhe emocionada o me ter citado aqui, é uma grande honra mim.O seu poema é forte e vai ao cerne da questão, dizendo aquilo que, no meu xailedeseda, apenas afloro. :)
Agradeço-lhe esta sua intensidade, pondo a sua arte ao serviço do que 'é certo e direito', parafraseando Saramago.Por vezes, temos de ser nós os cidadãos comuns a alertar para circunstâncias que nos ultrapassam mas, sobre as quais temos uma palavra a dizer, porque nos tocam de perto, a nós e aos nossos semelhantes.

Muito obrigada.

Um grande abraço.

Olinda

P.S.(Já tinha visto este seu post lá do meu painel mas ainda não tinha conseguido chegar a ele, porque tenho tido dificuldades ao deixar comentários em alguns blogs e também no meu.Agora, para poder fazê-lo já comecei a sair do meu blog e comentar só através da minha conta Google.)

Olinda

Olinda Melo disse...

Amigo Antônio

Voltei...
Vejo que me faltam umas palavrinhas no comentário. Agora também o teclado me falha. :)
Então é assim: o que queria dizer é que é 'uma honra para mim' e na citação do Saramago: 'o que é certo e de direito'.

Desculpe estas gralhas.

:)

Abraço
Olinda

Maria Alice Cerqueira disse...

Ola prezado amigo
Estou na final da ostra poesia, me desculpe por mais uma vez vir lhe pedir votinho para a minha poesia, Precisamos. Mas sem a sua ajuda eu não irei conseguir. Prometo que passando esta fase eu virei comentar apenas sobre o conteúdo de seu trabalho.
Como votar você entra no link …http://ostra-da-poesia-as-perolas.blogspot.com/
No final paginas das poesias esta escrito
VOTE CLICANDO NA PALAVRA COMENTÁRIOS Lindalva 1 comentários
Por favor coloque coloque o nome da autora e da poesia, ( Precisamos ... Maria Alice Cerqueira e o nome do seu blog. para que Lindalva possa confirmar seu voto.
Desde já lhe agradeço de coração.
Tudo do melhor para você.
Abraço fraterno.
Maria Alice

Maria Alice Cerqueira disse...

Ola prezado amigo
Estou na final da ostra poesia, me desculpe por mais uma vez vir lhe pedir votinho para a minha poesia, Precisamos. Mas sem a sua ajuda eu não irei conseguir. Prometo que passando esta fase eu virei comentar apenas sobre o conteúdo de seu trabalho.
Como votar você entra no link …http://ostra-da-poesia-as-perolas.blogspot.com/
No final paginas das poesias esta escrito
VOTE CLICANDO NA PALAVRA COMENTÁRIOS Lindalva 1 comentários
Por favor coloque coloque o nome da autora e da poesia, ( Precisamos ... Maria Alice Cerqueira e o nome do seu blog. para que Lindalva possa confirmar seu voto.
Desde já lhe agradeço de coração.
Tudo do melhor para você.
Abraço fraterno.

Lindalva disse...

pronto agora deu certo :-) Olá sou a Lindalva da Ilha e administradora do Ostra da Poesia e teu voto foi computado com sucesso no Pena de Ouro. beijos

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

O mundo está de facto a ser cercado por uma espécie de tentáculos que nos deixam a todos sem grandes perspectivas de uma saída, mas tenho esperanças de acordemos a tempo e de que comecemos a entender que o TER não pode ser mais forte que o SER; os afetos estão a ser esquecidos e não lhes damos o verdadeiro valor. É uma pena! Um beijinho e parabéns! Forte o poema como forte deve ser a nossa vontade de nos libertarmos dessas garras. Até breve
Emília

Sonhadora disse...

Meu querido

Como sempre o que escreves vem do fundo da tua alma...escreves sempre o teu sentir, seja amor ou justiça.
Muito intenso e verdadeiro...infelizmente.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

Amor Limão disse...

Intenso e verdadeiro!

helia disse...

Um lindo Poema com muitas verdades!

LUCONI disse...

VERSOS INTENSOS COMPLETAMENTE VERDADEIROS, SENTE-SE A TUA EMOÇÃO AO ESCREVÊ-LOS, AMIGO E MESTRE POETA, FINALMENTE CONSEGUI INICIAR UM BLOG COM MEUS TEXTOS, TE CONVIDO PARA PASSAR LÁ BEIJOS LUCONI

http://textoscontextosereflexoes.blogspot.com/

Vieira Calado disse...

Vim ver se havia novidades...

Um abraço

LUCONI disse...

Amigo queria te perguntar se permites que eu leve as imagem do teu blog e o teu link como fiz com a Chica, Anne, e os outros que estão me seguindo,posso? adoraria, beijos Luconi