quarta-feira, fevereiro 02, 2011

Flor Urbana

Onde estarão os olhos que te admiravam?
Pois veio a chuva forte e te destruiu!
Onde estarão as mãos que te ofereciam?
Pois veio o sol quente e te consumiu!

Nos jardins desta terra destruída
As flores murcharam, findaram carinhos.
O perfume de outrora, exala ainda,
Das flores formosas, restando os espinhos...

Para o fogo serão transformadas em cinzas
Que os homens na enxada irão recolher,
E as máquinas robóticas, frias, irão destruir.

Mas as sementinhas que a brisa salvou,
Que a natureza concedeu em dádiva,
-Uma paixão renasceu, e o amor retornou!