quarta-feira, maio 04, 2011

Sonho dos Sonhos


É impossível descrever tamanha beleza
Neste rosto singelo de raras aparições
Não posso mensurar tamanha leveza
No amor que te envolve nestas visões

Mas é quando a saudade me abraça
E a distância me tortura em prisão
Procuro no céu o ar de tua graça
Rebusco no fundo de minha razão

Nesta ânsia de encontrar teu ser, é assim...
Arrebatam-me os desejos de meu coração
É meu sofrimento não ter-te junto a mim...

Há um segredo, há gozos pueris imaculados...
Que na claridade, e na tua doce florescência
Terminam em sonhos, de amores sonhados...