segunda-feira, novembro 21, 2011

Inocência



O sol, as nuvens, e o céu
E sob a sombra do jatobá,
E numa copa frondosa
A vida desponta ao léu...

N’outro lado há festa!
As borboletas e as flores,
Os pássaros gorjeiam
Na mais sublime seresta...

Em nova iluminação
Desponta um novo dia
E a Natureza renasce
Na mais pura emoção!

Sob raios de uma nova era
Acordando para o mundo
Desperta a Mãe Natureza,
Com flores e linda seresta...

Um novo ciclo trazendo
Com luzes vindas do céu!
Nas doces emanações
Abelhas fabricam o mel!