sexta-feira, fevereiro 03, 2012

Brasil S/A

Este poema pertence à...
Uma Sociedade Anônima
Que nas calçadas da infâmia,
Onde gente endividada;
Com rostos e caras de rotos semblantes,
Sofrem, vomitam, se embriagam...

Uns
Pregam uma verdade
De bíblia na mão,
Pedindo uma oferta,
De seu coração!

Enquanto isso...
Miseráveis, perto de um Shopping,
Longe da glória...

Povo...
Sem identidade,
Angustiado, quieto, calado
Quer aparecer na TV!
Na TV Fama,
Aquela dos novos milionários;
Da televisão e da tenda dos milagres...

Enquanto isso,
Lá vem chuva...
Tempestade...
Presságio...
Lágrimas...
Dívidas...
Dúvidas...
Lá vêm Promessas!
Lá vêm os santos anjos guardiões
Salvadores e profetas do nosso apocalipse
Saídos do inferno, diretos ao Paraíso...

23 comentários:

LUZ disse...

Olá estimado António,

Que imagem chocante!
Como é que alguém pode viver, assim?
Seu poema/reflexão é de alto gabarito, raiva e denúncia.
PARABÉNS!

Bom fim de semana.
Beijos de luz.

BlueShell disse...

Muito fortes, a foto e o poema...Mas só assim se despertam consciências...
Bj.

Kellen Bittencourt disse...

Olá meu amigo, primeiro muito obrigado pela visita fiquei feliz de ve-lo lá!
Vc descreveu poéticamente o caos, a miséria, e a tristeza, cenário que pensamos acontecer apenas com o outro nunca com a gente, mas qualquer um pode ser vitima da miséria, seja por faltas, seja por tragedias, seja por violencia, todos nós estamos sujeitos, por isso temos que refletir e procurar fazer um pouquinho só que seja mas que p alguem fará diferença!

marlene disse...

CHOCANTE ANTONIO É A DURA REALIDADE DOS DESVALIDOS E ABANDONADOS,
PELA SOCIEDADE PELO MUNDO E PELA VIDA DAQUELES QUE NÃO ENCONTRAM RAZÃO ALGUMA PARA LUTAR POR SOBREVIVER
AO MENOS TENDO UM POUCO DEDIGNIDADE
MAS COMO TE-LA SE AO SEU REDÓR SÓ EXISTE DESCASO VICIOS SUJEIRA E PODRIDÃO,PÓBRES DOS QUE PERDERAM ATÉ MESMO A CRENÇA EM DEUS E NÃO ENCONTRAM NEM CORAGEM PARA ESTENDER-LHES A MÃO UM ABRAÇO AMIGO MARLENE

Cicero Edinaldo disse...

olá! lindo poema.
O MUNDO VIVE CONTURBADO COM A POBREZA E A MISÉRIA. Alguns pregam a chegada de um novo mundo. Dizem que tudo vai mudar, que devemos esperar o tempo da Glória. No entanto, não fazem nada para mudar o mundo em que estão. Acredito que a glória deve ser feita por cada um de nós. O purgatório e o paraíso é a que na terra. Depende de nós se queremos continuar em um mundo injusto, ou lutaremos a fim de acabar com a miséria mundial. Não salvaremos todos. Mas podemos salvar um. Isso já é importante!
---
abraços!

MARILENE disse...

A realidade pode chocar, mas há que ser desnudada, para que olhos desatentos a percebam. Não é virando o foco para as flores que vamos nos esquecer de tantas dores.
Abraços!

Celina disse...

É AMIGO NÃO DEIXA DE SER CHOCANTE, MAIS É A REALIDADE QUE NÃO QUEREMOS VER, AO PONTO DE DESVIAR A VISTA,QUANDO ENCONTRAMOS NO NOSSO CAMINHO, SÃO OS SEM NADA, SEM TETO SEM PÃO SEM MÉDICO SEM REMEDIOS, MUITOS NÃO SABEM NEM RECLAMAR OS SEUS DIREITOS, SENTEM MEDOS DOS ENGRAVATADOS O QUE ELES SABEM E BAIXAR A CABEÇA E CONTINUAREM VEJETANDO, POBRES CREATURAS. SÓ DEUS PODERÁ DAR UM ALENTO A ESTAS POBRES CREATURAS,UM ABRAÇO FRATERNO CELINA.

Flor de Jasmim disse...

Antônio
Fortes palavras que vou considerar de reflexão!
A imagem é chocante, mas infelizmente a verdade dói demais, e dói os grandes senhores serem indiferentes a tais situações.

Beijinho e uma flor

Pedro Menuchelli disse...

Antônio,
Não é a primeira vez que me deparo com fortes poemas e imagens em seu espaço.
Gostaria de dizer que isso serve para cada um de nós.
Mas, em todo caso, é complicado. Complicado porque a sociedade sabe do poder que tem.
Porém, em todo caso, para muita gente está bom do jeito que o mundo está.

Em um país como o Brasil, no qual a renda é mal distribuida e o poder está nas mãos dos grandes é muito dificil você ver algum tipo de mudança radical em todo o território nacional. A cada dia que passa são mais e mais casos de violência contra a mulher, roubos, mortes e de corrupção. Sempre ouço meu pai falando que há alguns anos atrás, a Febem (hoje, a Fundação Casa se não me engano) não existia. De certo modo, não existia porque, de fato, não eera preciso. Mas, hoje em dia já não é o suficiente. O povo brasileiro peca dentro de casa, com a educação que pais se dispoem a dar perante ao governo, apenas para pegar o recurso do Bolsa Familia e outros tantos mais fornecidos. Mas, o que acontece não é bem isso. São inúmeros os casos de crianças abandonadas, de jovens que entram pro crime. E enquanto o país não se conscientizar do mal que isso tem trazido, a situação não vai mudar.

Meu caro amigo, estimo muito a reflexão que você me fez passar.

Um grande abraço,
Até a proxima!

Olinda Melo disse...

É, meu amigo, assim vai o mundo. Sempre que há um cataclismo os mais pobres, os que vivem em zonas, já, degradadas é que sofrem na pele, no pouco que têm, na perda de familiares e da própria vida. Enquanto isso, continua a feira das vaidades,o espectáculo da fama fugaz que a TV proporciona, que já vem sendo um ópio que muitos não se cuidam de afastar. A sociedade actual vai perdendo os valores sagrados da solidariedade; o importante é que cada um de nós tome em mãos a missão de cuidar do seu próximo, que não fiquemos à espera que seja o outro a tomar esta iniciativa.

O seu poema é uma chamada de atenção para a miséria que grassa e também para o acordar das consciências. É uma forma belíssima de intervir para a construção de um mundo melhor.


Abraço

Olinda

Multiolhares disse...

está tudo de mal a pior, enquanto uns continuam de barriga cheia outros nem pão tem para comer.
falta a vcerdadeira vontade, pois se o "homem o a tivesse a miseria do mundo acabava mas o egoismo a ganancia não deixa
bjs

Magia da Inês disse...

Verdade nua e rasgada mas o pior é que nós nos acostumamos conviver com ela...
Boa semana!
Beijinhos.
Brasil
✿⊱╮
¸.•°`♥✿⊱╮

Maria disse...

Meu amigo poeta fortes verdades neste poema que vem da alma de quem ama o seu semelhante.
Boa semana
beijinhos
Maria

Ange disse...

Boa noite prezado António!
Um texto marcante e dolorido que infelizmente retrata uma história verídica!
Fico sem saber como comentar!
Uma linda noite para você!
Lembranças
Ange

Zilani Célia disse...

OI ANTÔNIO!

MUITO BEM ESCRITA E DESCRITA ESTA DENÚNCIA, DA REALIDADE DE UM POVO, QUE TEM TUDO PARA TER TUDO, MAS PENA QUE NÃO SABE DISTO E QUEM TERIA QUE PROPORCIONAR-LHES ESTE DIREITO, EM FORMA DE ESTUDO, TRABALHO E DIGNIDADE, ESTÁ MAIS PREOCUPADO NO QUE PODERÁ FAZER PARA LEVAR MAIS VANTAGENS DO QUE JÁ TEM.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com/

dina vanessa mercado disse...

great blog!!! following you now.. hope you could visit my blog too.. kisses!!!

ValériaC disse...

Excelente poema meu querido.
Infelizmente esta é a realidade de muitos. Algo extremamente sério a ser refletido, a ser buscada conscientização e mudanças.
Ótima semana amigo, beijos,
Valéria

Sonhadora disse...

Meu querido

Infelizmente uma realidade que muitos tentam não ver, mas que existe.
Como sempre muita intensidade nas tuas palavras.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

O Árabe disse...

Triste verdade, irmão... que nem a beleza da tua poesia consegue atenuar! Meu abraço, boa semana.

Joselito de Souza Bertoglio disse...

Adorei o teu blog, ta cheio de coisas lindas para se ler, já estou seguindo, me arrisco escrevendo alguns versos tortos se desejar visita lá http://joselito-expressoesdaalma.blogspot.com,
se gostar segue lá, fiaria contente em te ter por lá!!! Um forte abraço e parabéns pelo teu belo espaço!!!

ZilMar disse...

nossa,show!!!!!!

me lembrou as letras de música do Rappa...que eu adoro....

amei Poeta!!!!!!


meu abraço!!!!


Zil

**♥✿Franciete-✿♥** disse...

Amigo, peço desculpa mas ia jurar que tinha comentado este poste não sei porque ele desapareceu?

Eliane Clara Pepino disse...

Antonio esse texto traduz um aspecto de excluídos deste país.Tente um dia se inspirar nos deficientes poderia postar no www.futurotaqui.blogspot.com .Acesse deixe lá seu recado ,sua opinião,sua denuncia,adoramos recados autenticos como o seu,pois isso sim palavras que exprimem a angustia de sermos brasileiros,creio que esse povo não merece continuar sendo um país de excluídos ,povo que tem seu valor e precisa da sua identidade.ADOREI SEU PAPEL DE CONSCIENTIZAR PELA PALAVRA ESCRITA USANDO AS SUAS HABILIDADES LITERÁRIAS.Precisamos de muitas VOZES DE MINHA ALMA,para quebrar as algemas e ditar um novo tempo.Abraço fraterno e inumeras inspirações.Venha nos visitar!!!