terça-feira, março 20, 2012

Estrela Cintilante


Uma estrela cintilante está no alto
Será que tem tambores, tem guitarras e canções?
Ou estão a lhe esperar num lindo palco
Em um mundo radiante de sagradas emoções?

Será que neste mundo há tesouros aguardando
Pelo quais em holocausto sucumbiu com sua dor?
De repente, uma vela se apaga e vai levando,
As lembranças de seu brilho fenecidas no terror!

Mas a luta continua para nós seres mortais,
Com as bandeiras desfraldadas tremulando
Pelas vidas encerradas e que hoje não são mais!

Mas com as flores, com a paz, e alma forte,
Os arautos vão pintando os nossos sonhos
Que do mundo não sucumbem com a morte!


As crianças mais uma vez vez são vítimas da intolerância, do ódio e do terror.
Desta vez na França.


14 comentários:

ValériaC disse...

Sentido seu poema meu amigo...que triste ver que sequer crianças escapam da violência, da intolerância, da ignorância, do terror.
Feliz dia meu querido, beijos,
Valéria

Maria Alice Cerqueira disse...

Bom dia, Caro Amigo!
Muito sentido o seu poema! A verdade é que a dor vive presente na vida da gente, ela atinge a todos nós, não deixando de lado o coração inocente das criancinhas. diante de tanta dor o que nos dá força para continuar nosso caminho é ter a certeza que o Amor é muito mais forte, e que um dia só Ele permanecerá presente.
Um lindo e muito abençoado dia
abraço fraterno!
Maria Alice

Celina disse...

OI AMIGO ANTONIO, POESIA LINDA, UMA FORMA DE MINORAR A DOR QUE ENVOLVE A TODOS NÓS, ONDE CREATURAS QUE AINDA NÃO TEM COMPROMISSO COM DEUS, SEIFA VIDAS AINDA NA FLOR DA IDADE, MAIS COMO A VIDA CONTINÚA, ELAS SERÃO ANJOS QUE COM CERTA ESTARÃO ORANDO PELA DOR DA FAMILIA E PELO ASSASINO TAMBEM, PARA QUE,ELE SEJA TOCADO É SEMPRE TEMPO. A TUA POESIA É DE UMA MAESTRIA MARAVILHOSA. ABRAÇOS CELINA

♫*Isa Mar disse...

Oi amigo, seus versos sempre reflexivos e profundos.
Triste ainda ver como tantas pessoas vivem na ignorância e desrespeitando a vida, principalmente das crianças, corações duros que só o tempo e a dor fará com que ajam com um pouco mais de amor e compaixão.
Beijos e lindo dia!

Ivone Poemas disse...

Meu amigo Antonio, "Vozes de Minha Alma",bem escolhido o título do seu lindo e emocionante blog!
Assim vais aos poucos colaborando com sua sensibilidade e mostrando aos que te leem as macelas da vida dos que aqui vêm e fazem essas barbaridades, principalmente com crianças, isso nos toca muito, muito mesmo!!!
Abraços amigo sensível, pois creia, é por essas coisas que ainda vemos que eu não acredito em fim de mundo!!!
Seus versos são como sempre, lindos!!!
Ivone

Flor de Jasmim disse...

Antônio
Lindo comovente e muito sentido!

Não sei como é possivel o ser humano tronar-se tão bárbaros.

Beijinho e uma flor

MARLENE disse...

amigo que belo seu poema mesmo nos falando de sofrimento de martirio e dor dos inocentes,é um poema lindo
precisamos deixar que as vozes da alma,gritem nosso desespero nossa angustia por ver e sentir na pele muitas vezes a maldade a intolerancia e o descaso de quem pode tomar providencias mas permanecem cegos e surdos só Deus para guardar nossas crianças e jovens deste caus que se tornou o mundo um abraço meu amigo muita fé bjs marlene

LUZ disse...

Olá querido e estimado António,

Lindo e emocionante seu poema!
As crianças, pequeninos botões, ainda, não chegam sequer a florescer, a conhecer a vida, com o que ela tem de bom e de mau.

Esperemos que Deus ponha, rapidamente, a mão nessa tormenta, em que o mundo seá transformando.

O CÉU SERÁ SEU LUGAR, PRA SEMPRE.

Hoje, se comemora o Dia Mundial da Poesia. Que vivam e nos encantem com seus poemas, os poetas, como você.
Muitos anos de vida e de poesia.

Beijos de muita luz e carinho.

Olinda Melo disse...

Amigo Poeta

Aqui neste seu espaço a Poesia, a boa Poesia é uma constante. Este seu poema faz jus à sua sensibilidade e mostra como através da palavra vai abrindo caminho até ao coração e às mentes das pessoas. Triste, triste esse acontecimento, crianças inocentes ceifadas na flor da vida.Penoso para os pais e para todos nós que vemos factos desses acontecerem e sem podermos valer-lhes.
Excelente ilustração, a Estrela de David, 'Estrela Cintilante'.

Grande abraço

Olinda

Ange disse...

Amigo Antônio, boa noite! Aqui venho de passagem para lhe saudar!
Estou os últimos dias ausente, por razão de uma forte gripe as últimas semanas tenho acumulado alguns trabalhos que preciso por em dia. Almejo algum tempo livre este fim de semana!
Linda noite meu amigo!
Lembranças

LUZ disse...

Olá meu querido e amigo poeta,

Que posso eu dizer! OBRIGADA!



DEPOIS


A vontade de ti imensa e esmagadora
Me roubou e alucinou meu doce olhar
Delirei noites e noites, sofredora
Pensando só em você e em seu afagar

Desejosa de seus braços enlaçados
Sublime bênção, dádiva que conforta
Chorei, ri, gemi, isso que importa
Quando esses gestos são emoldurados

Somos imortais e nos demos demais
Pegue meu amor e se deite por fim
E depois de o amor todo se fazer
Deixe em mim o cheiro dos seus ais.


Luz

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta

Um poema muito sentido e triste, como triste foi a tragédia.
Não tenho mais palavras.

Deixo um beijinho
Sonhadora

Flor da Vida disse...

Olá querido amigo!
Demorei um pouquinho, mas estou de volta, nem que seja vez em quando.
Tenho saudades de ti, saudades dos teus versos sempre inspirados, profundos e tocantes...

Este poema que acabo de ler é sublime e faz jus à esses inocentes que são brutalmente assassinados...
Creio que realmente eles são Estrelas Cintilantes!

Receba meu carinho viu?
Beijos de Flor

LUCONI disse...

aMIGO ESTOU PASSEANDO EM TEUS BELOS TEXTOS E ESTE AQUI MEXEU COM MINHA ALMA, QUE LINDO ANTONIO, LINDO DEMAIS, OBRIGADA MEU AMIGO PELO TEU CARINHO MEU NIVER GANHOU LUZ, BEIJOS LUCONI