segunda-feira, abril 30, 2012

Flor da Ilusão




Donde vieste tu, que nos mistérios da lúxuria
Tão voluptuosa e insinuante em teus atributos,
Maravilhando os olhos, despertando em fúria,
Dentre suaves canções, e teus dotados frutos?

Esta tua carne abundante, graciosa, aveludada
Que aos olhos da cobiça, e do desejo fremente,
Felinamente insinuando, vaporosa e delicada,
Parece a serpente, dançando a dança do ventre!

Ah! Mas as sensações sutis, loucas e ardentes
Provocadas pelas convulsões destes anseios,
Fluem em sensualismo, de lúbricos frementes,
Despertados por esta dança de tantos volteios!

És tu a flor duma ilusão, talvez uma flor carente
Vinda de um amor fenecido, de um pobre artista,
Despertando paixões ingênuas, desdenhosamente,
Flor de um pecado oculto, imperdoável, fatalista!




35 comentários:

LUZ disse...

Antônio, Antônio,

Nossa! Que escolha! Se pretende seduzir com imagens , música e suas palavras escritas, já me conquistou, por inteiro.

Conheço, satisfatoriamente, o norte de África, Marrocos, sobretudo, e essa sensualidade se mostra em hotéis, clubes noturnos(decentes), bares e similares.

Eu já pude sentir (cerca de quinze vezes) o que você colocou em seu blog, ao vivo e a cores. Meninas lindas, bem maquiadas, semi-vestidas de vermelho ou de azul, convidando turistas homens, para dançarem e se "entregarem" a elas.

Qual samba! Que nada! Lindo demais, tudo issso.

SABER SEDUZIR É UMA ARTE!

A mulher árabe, não é aquilo que demonstra na rua, toda tapada, de burka, até. A mulher, da maior parte dos países árabes, é muito livre, em casa, em todos os aspetos. É ela quem toma a iniciativa no amor, e anda com poucas peças, (por vezes só uma) em casa.

A música é uma delícia. Amei o vídeo, que já conhecia, mas nunca é demais voltar a escutar.

Adorei as imagens, que colocou. Você é da "velha guarda"!

Boa semana.
Beijos misteriosos e arabescos de luz.




MULHER



Misteriosa deslizo, leve, graciosa
Dançando na rua, na vida e na lua.
É meu desejo te seduzir e sentir
Seu cheiro, seu furor e seu "vir".

Te deixo louco, desvairado, à mercê
Dos caprichos sensuais, que invento
Na tua líbido, anseio de me olhar
E se entregar para nosso alimento.

Só pode me ver, não pode me tocar
Eu sou deusa, serpente voluptuosa
Que te quer prender e enfeitiçar
Te dando só prazer ao me imaginar

Venha, venha comigo!
E se deixe serpentear, entrelaçar
Nas teias, que, habilidosa, teço
De amor e fascínio que mereço.

Vejo em seu olhar brilho de sol
Que me aquece e me enlouquece
O convidando a se dar e a pecar
Nesse delírio que é se entregar

Me dê sua alma e seu corpo são
Prometo te amar e te respeitar
Na terra e nos luxuriosos céus
E está completa sua rendição.


Luz

VILMA PIVA disse...

Bela e encantadora poesia! Parabéns! Beijos!!

Fatimawine disse...

Caro António,

Flor, mulher.Ilusão não!
"Bela,encantadora", eu acrescentaria:Doce,inusitada e,...perfeita.
Parabéns ao António e à "mulher".
Abraços,

LUZ disse...

Oi Antônio, voltei!

Não está cansado de mim, não?
Sei que não.
Estive escutando "Coimbra" aquela eterna e deliciosa canção, que já no tempo de meus pais se ouvia, lindamente.
Coimbra, cidade dos doutores, não, necessariamente médicos, mas homens e mulheres de formação superior.
Coimbra do rio Mondego e do amor de Pedro e Inês.
Não sendo a minha cidade, porque vivo em Lisboa, mas nasci em Beja, cidade do interior Alentejano. Gente calma, ponderada e séria.
A Província Alentejo se divide em duas partes, o Alto Alentejo e o Baixo Alentejo. Eu sou do Baixo, é mais genuíno, mais Alentejo.
Ai, se o Adriano passa aqui, me "mata", porque ele é do Alto e de uma cdade linda, Portalegre (Porto Alegre, veja como há semelhanças na nossa cultura).

Escutei, também, Mariza, e "Rosa Branca". Ela tem uma voz magnífica. Foi mãe, recentemente, e seu filho Martim, lhe tem dado muita preocupação e muita atenção, visto ter nascido com alguns problemas de saúde, aliás foi prematuro.

"Quem tem, quem tem amores a seu jeito, ponha a rosa branca, ponha a rosa ao peito..."

Excelente segunda-feira.
Beijos de luz Portuguesa.

Celina disse...

OI AMIGO ANTONIO, A DANÇA DO VENTRE, COMO A MAIORIA CONHECE, FAZ A CULTURA DE UM POVO, É MUITO BONITA E SENSUAL, NAS CASAS DE DANÇAS GERALMENTE SÃO GAROTAS BONITAS, MAIS NO PAÍS ONDE É CONSAGRADA TODAS PODEM DANÇAR, NÃO PRECISAM SEREM MAGRAS BONITAS OU JOVENS, O IMPORTANTE QUE SAIBAM DANÇAR, A TUA POESIA CONTINÚA BEM INSPIRADA, POR ISSO É BELA, UM ABRAÇO FRATERNO,CELINA

Ange disse...

Mas...poeta António,
Eita, me parece que se iludiste aqui com esta onda das Mil e uma Noites!
Muita sensualidade por aqui! Iludido ou não, estás inspiradíssimo!
O poetar como sempre ficou um Show!
É sempre um prazer, seja seus versos inspirados na melancolia da desilusão ou alegria da ilusão.
Meu carinho de sempre!
Lembranças amigo!
Ange.

Pedro Menuchelli disse...

Antônio,

Mais uma vez um lindo poema repleto de mistérios e segredos através de cada versos. A imagem relata muito bem o titulo: Flor da Ilusão. Ao meu ver, a mulher sempre foi um dos aspectos mais livres do mundo, como a Luz mesma disse. Mulheres são cativantes e donas do seu próprio pensamento. Pensam por si só e tem uma linhagem de ação muito legal que desdenha um lado emocional muito forte.

Eu costumo dizer que ilusões são participantes da nossa vida. Aliás, temos que viver com elas. É a partir delas que aprendemos, mesmo que isso não seja tão bom assim e nem pareça tão favorável à nossa estima. Todos os dias, devemos interagir com nossas ilusões e realidade para manter um meio termo e assim sonhar. O sonho nos leva a um mundo que talvez nunca vamos conhecer, porém, é o que nos move.

Então, que não deixemos nunca de sonhar..

E fico muito agradecido com seu comentário sempre cheio de conteúdo e que me deixa ainda mais com uma pitada de sabedoria. Cresço demais com você.

Um grande abraço.

MARILENE disse...

Essa dança e essa sedução nem sempre traduzem, no interior da bailarina, a beleza que encanta e provoca turbulentos sentimentos. Você o descreveu, lindamente, em seu poema.

Bjs.

ValériaC disse...

Belo poema meu querido Poeta...sensualidade e um toque de ilusão caminham juntas pela arte de dançar...linda musica.
Boa semana amiga, beijos,
Valéria

rosa-branca disse...

Flor...mulher...ilusão...amor...lindo o seu poema meu amigo. Eterna magia do sentir. Beijos com carinho

ZilMar disse...

caro Poeta,

um lindo poema,com um doce jogo de sedução e misterio,dentro do universo de uma Mulher...e a dança mais sensual que existe...

lindas imagens!

um grande bjo,obrigada pela generosidade amigo.

Zil

Fatimawine disse...

António,

Volto para dizer que devemos dar um desconto à Emília.Com que então os do Baixo Alentejo são mais genuínos?!
Ele é uma grande regateira, mas, talvez tenha razão numa coisa: Os Alentejanos são gente boa!Eu não sou alentejano com muita pena minha, mas, sou genuíno e de 1ªs águas (gaba-te cesto roto!).
Abraços,

Ivone Poemas disse...

Antonio, lindo poema, lindas imagens, danças maravilhosas, pura sedução, amei!
Parabéns pela inspiração!
Ivone

Flor de Jasmim disse...

Antônio
Lindo poema, a imagem e música. tudo se resume a uma mulher que não é ilusão, mas pode sim ser uma flor de pétalas encantadas pelo amor.

Beijinho e uma flor

Multiolhares disse...

talvez as mulheres sejam essa mistura de sedusão e ilusão, como a propia vida que também é ilusoria
bjs

Olinda Melo disse...

Olá, amigo

Exotismo e sedução andam aqui de mãos dadas no seu belo poema, que traduz um lado que também faz parte da vida. Talvez 'Flor da Ilusão', como diz, momentos misteriosos e fugazes nos volteios de música aliciante.

Abraço.

Olinda

Rita disse...

Que poema lindo e cheio de sedução
mas escrito com bom gosto,adoro
ler tudo por aqui,hj deixo um abraço
de bom feriado bjuss com carinho Rita!!!!

Esse poema eu adorei!

Flor da Vida (Suelzy Quinta) disse...

Flor perigosa... Espinhos férteis de veneno...
Olhos sagazes, dementes, perigosos!
Sábio é o poeta, que mesmo em meio a essa sedução mortífera, consegue manter-se lúcido e perspicaz...
Aplausos a mais essa reflexiva e magistral obra caro poeta!!!

Deus proteja a ti, tua esposa e filhos.
Beijos floridos

Evanir disse...

A amizade, nasce e cresce como flor,
mas para ela viver,devemos cultivar com amor.
Rega-la a cada amanhecer.
Manter a sinceridade sempre.
Não quero sua amizade por um unico Dia.
E sim para toda vida. Depois da flor vem a semente.
Vamos planta-la. Nossa amizade enraizada.
Até o fim da nossa jornada. beijos meus,
Evanir. 14 de junho de 2011 08:30
Mensagem que levei a minhaslindas amizades
a quase um ano.
Eternizada no blog da amiga(Simone Martins)
Eu continuo pensado da mesma forma por isso
estou aqui hoje.
Ertenizando nossa amizade.
Um ,Dia abençoado .
Paz e luz no seu viver.
Beijos,Evanir.

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta

De quantas noites inquietas nascem os poemas...de quantas ilusões se tecem os sonhos...se afagam os espinhos onde a flor se envolve.
Lindo como sempre Poeta...bela a música e as imagens e inspiradora a diva.

Beijinhos
Sonhadora

O Árabe disse...

E que mais belas flores poderiam existir, meu irmão? Meu abraço, bom resto de semana. Salam Aleikum!

Mery disse...

"És tu a flor duma ilusão, talvez uma flor carente*..vinda de um poeta, o Antonio* , belo poeta.
Linda a poesia e a imagem, já me seduziste...
Beijinhos.

MARILENE disse...

Releio com prazer o seu poema e agradeço a gentileza de suas palavras, sempre sábias.
Bjs.

OceanoAzul.Sonhos disse...

Poema que transpira misterio e sensações.

Muito bonito
abraço
cvb

Zilani Célia disse...

OI ANTÔNIO!
QUE BELEZA DE TEXTO.
UM POEMA COM MUITA SENSUALIDADE,QUE PRENDE A RESPIRAÇÃO, FEITO PARA UMA MUSA OU PARA UMA INSPIRAÇÃO APENAS.
DE QUALQUER FORMA, MARAVILHOSO!
ABRÇS


zilanicelia.blogspot.com.br/
Click AQUI

Marilu disse...

Querido amigo, lindas imagens e poesia, sedutora, erótica. Beijocas

Maria disse...

Meu amigo um poema sensual, doce e terno, adorei, como sempre!
Fotos e video à altura do poema.
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

Evanir disse...

A amizade é a doce canção da vida é a poesia da eternidade.
O Amigo é a outra metade da gente.
O lado claro e melhor.
Sempre que encontramos um amigo, encontramos um pouco mais de nós mesmos.
O Amigo revela, desvenda, conforta.
É uma porta sempre aberta em qualquer situação.
Um lindo e abençoado final de semana .
Um Domingo na paz e na luz..
Beijos no coração com carinho.
Evanir..

LUCONI disse...

Antonio que bela poesia sobre estas flores que nascem em jardins e acabam em pântanos, com certeza eu creio não é opção delas, a correnteza da vida as arrasta, a falta de oportunidade e visão aniquila a vontade e assim lá vão elas,triste sina, beijos Luconi

Smareis disse...

Olá Antônio,
Um poema maravilhoso cheio de mistérios e fantasias... A imagem identifica muito bem com os versos. Gostei imenso.
Um grande abraço, e ótimo começo de semana.!

Rita disse...

Bom dia!!
Desejar o melhor para uma pessoa
amiga,é o que faço com todo prazer
Agradeço pelas belas postagens que
vejo e parabenizo,sempre
Abraços carinhosos Rita!!!

Tenha um domingo feliz!

Mary disse...

Adoro jogo de sedução.
Bjs bom domingo

Pedro Menuchelli disse...

Antonio,

Gostaria de estar passando aqui para agradecer suas belas palavras deixadas em meu espaço. Fico muito feliz por aprender cada vez mais com você. A vida é uma caixinha de ensinamentos. Um dia a gente ensina e no outro, aprende.

Um grande abraço, com carinho,

Pedro.

Santa Cruz disse...

Amigo Antonio: Essa mulher levava um homem à loucura. Lindo poema e lindas as imagens dessas mulher.
Um abraço
Santa Cruz

Mada disse...

António lindo o seu poema e escolha musical, um tema muito especial para o meu coração... Bem haja