domingo, abril 22, 2012

Choro de Deus



Os céus molham a terra em um pranto divino...
Os mares estão de ressaca, tamanha agitação!
É Deus irado, ao descer em um fogo repentino,
Para prantear sua obra por tamanha devastação...

-Minha fauna, minha flora, os seres do meu coração...
O que fizeram? - Assim Deus pranteava, enfurecido!
A obra que construiu, com afinco, amor, e paixão,
É o corpo violentado da Mãe, contaminado e ferido...

Se és Criador, e já sobre o mal tens triunfado,
Desvenda o Apocalíptico mistério obscuro
Que envolve teu Ser, da auréola que te faz divino!

Pois, os golfinhos estão atordoados no arpão
As baleias são rasgadas pelas mãos do demônio,
Os mares morrendo, os homens fazendo serão...


                                                       


Homenagem ao Dia Mundial da Terra