sexta-feira, junho 08, 2012

Alma de Cigana


Tu’alma graciosa, que dança junto à fogueira,
Dos anjos, da ternura; do desejo, dos amores,
Exala o perfume com a fragrância da roseira;
Com o encantamento dos poemas e louvores!

É teu corpo de cigana, a beleza que alucina!
Tu és bela e a fina flor, para todos sensação,
Feito flor esplendorosa sedutora e feminina,
Desperta os olhares e ainda traz inspiração!

Sinto tua graça, como flor desabrochada!
E na sublimação, com seu corpo sedutor,
O néctar para alma, vaporosa e adornada.

Pois a visão que tenho ao te contemplar,
É a beleza mais formosa dentre as flores,
Atiçando as brasas, neste fogo alimentar!