quinta-feira, janeiro 31, 2013

Lua Dolorosa


Lua, das luzes imortais, maravilhosas, 
Dos plenilúnios inefáveis, sonolentos; 
Dos sonhos, devaneios, dos tormentos, 
Das brumas, dos notívagos, das rosas... 

Lua, que à noite vai a taciturnas mágoas, 
Mágoas de amor, e plangente nostalgia; 
Do amor distante, dos encantos e magia,
Parece-me sussurro, monótono das águas.

São estas sutis palpitações, que da lua vem, 
Com as ânsias dos momentos mais saudosos; 
Ecoando pela alma, e este amor a ti também... 

Em ais de dor, em gemidos dum açoite, 
Carrego este amor, desvairado, e louco; 
Sob a luz deste luar, e um fado esta noite...




47 comentários:

Flor de Jasmim disse...

também eu falei da lua n meu cantinho!
Esta tua dolorosa é confidencial das tuas mágoas, dos teus tormentos, mas também desse grande amor que possues!

beijinho e uma flor

LUZ disse...

Oi, querido Antônio!

Ainda bem, que voltou. Obrigada.
O mundo dos blogs precisa de poesia, com talento, amor e algum sofrimento.

A lua, como sempre a lua, inpirando os olhares de quem escreve e abrindo os corações.
Amorosa ou dolorosa, ela faz companhia ao poeta, que se lamenta porque sua amada está longe, mas, ao mesmo tempo, parece que a lua lhe traz novas de sua amada, quando olha o firmamento ou o longínquo mar.

Um fado...! Fado é destino, bem ou mal traçado, mas sempre, com uma elevada dose de amor e perdição.

Filipa Pais, é uma das novas vozes do fado, em portugal. Um fado mais ligeiro, não tão magoado nem chorado, mas, sua voz tem um belíssimo timbre.

Veio pra ficar comigo e com todos/as os outros/as seus/as amigos/as.

É SEMPRE UM PRAZER ESTAR COM VOCÊ!

Bom fim de semana, que já se vai aproximando, caso não nos falemos, antes.

Beijos da Luz, com carinho e estima.



VOLTASTE


Voltaste. Ainda bem, que voltaste.
Entras, como sempre, de forma sorrateira
Abrandas os passos, que já iniciaste
E páras, silencioso e desejoso, na passadeira.

Então, que se acenda, de imediato, uma luz
E que aquele fogo, ardendo, nos aqueça
Num desvario dos nossos dedos, já bem unidos
Movidos, pretendidos, com toda a pressa.

A lua, aquela feiticeira, encostou-me à parede
Numa desenfreada e louca ordem, ultimato
Para dar-te o beijo que, com os olhos, me peças
Sem escutar e ouvir a minha opinião. Que faço?

As sombras destemidas movem-se, com furor
As bocas, os lábios e as línguas, agitam-se
Numa fúria, que me incita e me ressuscita
Porque voltaste, ainda bem que voltaste, Amor.


Luz

Celina disse...

Oi amigo , seja bem-vindo, o canto que te pertence estava vazio deixando todos nós que te admiramos com saudades, e trouxe contigo um lindo soneto de amor. Um abraço fraterno Celina

Olinda Melo disse...


Caro amigo

Acedi agora ao meu blog e vi este seu presente, uma dádiva para todos nós, representada pelas suas palavras neste poema tão bonito e romântico.

Gostei de ver aqui a Lua retratada, a sempre companheira, a testemunha das desventuras de um coração amoroso.

Filipa Pais: encontrei-a em tempos, gosto da sua voz.Foi bom voltar a ouvi-la.

Grande abraço.

Olinda

ONG ALERTA disse...

A magia do amor, abraço Lisette.

Antônio Lídio Gomes disse...

Obrigado Jasmim, pelo apreço e consideração.
Beijos a ti também, um fraterno abraço.

Antônio Lídio Gomes disse...

Obrigado Luz, pelas tuas palavras e o lindo poema, que com certeza, guardarei em minha alma.
Um abraço fraterno, beijos.

Antônio Lídio Gomes disse...

Celina, amiga querida, agradeço a Deus pela dádiva em te-la como amiga.
Beijos.

Antônio Lídio Gomes disse...

Olinda Melo, digo também: És uma dádiva que junto com outros amigos e leitores tão queridos, me fazem bem à alma.
Beijos.

Antônio Lídio Gomes disse...

Lisette, um abraço fraterno, um beijo, e muito obrigado.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Caro amigo

Palavras assim,
nos encantam,
mesmo quando
tristes...

Que os sonhos te abracem
a cada esquina da vida...

Maria Adeladia disse...

A vida, infelizmente é cheia de fardos, tantas vezes, quase que insuportáveis carregá-los!! Mas se hoje está escuro, amanhã clareará. A vida ainda pode nos surpreender.

Belíssimo poema.

Beijos e um bom fim semana.

Ingrid disse...

e a lua nos ilumina na escuridão..
mesmo na dor..
versos intensos.. e ao som da melodia perfeita harmonia..
beijo e belo final de semana..

Sonhadora (RosaMaria) disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Evanir disse...

Querido Amigo.
Lua que ilumina nossas almas tristes e coração
solitário.]Lua inspiradora dos poetas que sonham
ou chora nos versos falando de uma saudade ou de um amor .
Lua que tem o poder de resgatar dos corações
os mais lindos sentimentos .
Meu amigo seu poema é simplesmente lindo!!!
Hoje com muitas saudades venho te deixar um
beijo desejar um feliz final de semana.
Antonio posso vim buscar poema aqui?
Beijos meus,Evanir.

Rita disse...

¨`*• (¨`•.•´¨) ♡ .•*
Olá bom sábado a você!

Nessa minha visita deixo meus elogios
minha gratidão,por ter amizade tão bonita como a sua....Parabéns pelo post que é muito bom
Abraços com todo meu carinho
Bjusss eternos, para essa Lua Dolorosa
Rita!!!!
¨`*• (¨`•.•´¨) ♡ .•*

Luciana Souza disse...

Oi Antonio
É minha primeira vez por aqui, e já vou ficando. Gostei muito de seu blog. Seu poema é maravilhoso, suave como o luar. Quem nunca namorou ao luar? A combinou com ele. Adorei!
Bjos. Fique com Deus!
ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com

Olinda Melo disse...


Caro Amigo

Estou a tecer um 'Xaile de Afectos', durante esta quinzena. Por isso, venho pedir-lhe autorização para levar para lá o seu lindo poema, 'Alma de Cigana'.

Obrigada

Abraço

Olinda

Toninho disse...

Ao som do fado fica mais interesante todo este privilegiado poetar amigo.
Bravo pela iluminação na criação.
Bom lhe ver.
Meu abraço e admiração.

Maria Rodrigues disse...

A nostálgia do fado, o encanto da lua e a beleza do poema nos levam em plena divagação.
Bom fim de semana meu amigo.
Beijinhos
Maria

Magia da Inês disse...

º° ✿彡
Olá, amigo!
A lua pertence aos namorados, seja dolorosa ou seja venturosa!...
Bom domingo! Boa semana!
Beijinhos do Brasil
✿ °•.¸
¸.•°♡⊱彡

SANTA CRUZ DIÁCONO GOMES disse...

Amigo: Lindo poema gostei, mas ainda gostai mais pelo fado que la colocaste, sabes que é uma das musicas minha preferida fodo e musica clássica. lindo mesmo.
Um abraço
Santa Cruz

Fabrício Santiago disse...

Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Fabrício e cheguei até vc através do Blog Afetos e Cumplicidades. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir meu blog Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. Estou me aprimorando, e com os comentários sinceros posso me nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs

Narroterapia:

Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.

Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

Abraços

http://narroterapia.blogspot.com/

Dorli disse...

Olá amigo!
Bela surpresa que chegou na hora certa
Adoro poesias sobre lua que é dos eternos namorados, mas às vezes, ficamos apáticos quando um amor se vai, deixando no coração saudades.
No outro dia ela nos sorri parecendo dizer: não fique triste, outro amor, breve chegará para enfeitar as suas vidas.
Obrigada
Lua Singular

Zilani Célia disse...

OI ANTONIO!
LINDO É POUCO PARA SE DIZER DESTE TEU TEXTO...
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/ClickAQUI

Clik disse...

Antonio, meu amigo!

Estou passando pela sua página para começar mais um dia

com belas palavras, muito bom o vídeo também!

tenhas um ótimo dia!

Magia da Inês disse...

♪♫º♫♫º
Olá, amiga!

Passei apenas para saudá-lo.
ღ°Bom fim de semana! ♪♫º

♪♫♫º Beijinhos.
♪♫º Brasil.♪♫♫º
♫♪•.

Flor de Jasmim disse...

voltei para desejar uma boa semana Antônio

beijinho e uma flor

Flor da Vida (Suelzy Quinta) disse...

Olá poeta!
Tenho saudades, e por isso vim te ver...
Li "Lua Dolorosa" e confesso, teus versos continuam a me emocionar e a me embalar com uma magia indecifrável...

Receba meu abraço fraterno.
Sucessos e felicidades!

John L.S. disse...

Realmente, profundamente belo...

Luciana Souza disse...

Oi Antonio
Passei só para agradecer sua visita a um de meus blogs.
Bjos. Fique com Deus!
http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br/

Maria Emilia Moreira disse...

Que belo soneto!
Passei e andei por aqui a ler...gostei e fiquei!
Esta LUA DOLOROSA é magnífica.
Maria Emília

Magia da Inês disse...

✿✿彡

Bom fim de semana!
Beijinhos do Brasil
¸.•°✿✿彡

Evanir disse...

Meu Anjo..
sempre que eu puder estarei juntinho de você.
Eu sei sou uma Indomável Sonhadora além de amar ser blogueira,
e acima de tudo o carinho que tenho
por você é infinito.
Hoje estou passando em todos os blogs que eu conseguir passar
sinto saudades de cada amiga(o) por isso estou fazendo o melhor que posso fazer.
Com o meu coração pesado de tristeza e angústia,
por não conseguir fazer tudo quanto gostaria .
Mesmo assim agradeço ao grande Pai Maior
ainda que do jeito mais humildade consegui vir até
seu blog para desejar um abençoado final de semana.
Um feliz Domingo.
Beijos paz e luz,,Evanir.



Maria Rodrigues disse...

Meu amigo poeta passei para deixar um beijinho e desejar um excelente domingo e uma boa semana.
Maria

ॐ Shirley ॐ disse...

Você soube, Antônio, captar com maestria, as impressões que a lua causa em nossa alma. Parabéns! Beijos!

luna luna disse...

a lua estará sempre ligada aos poetas e aos enamorados
beijos

Clik disse...

Bom dia Antônio!

Voltei para te visitar e desejar uma ótima semana,

e também gostaria muito de sua visita,pois escrevi um Poema

e seu comentário e Crítica é especial para Mim, Tú que és

um grande Poeta!

Tenhas uma ótima semana meu Amigo!

http://clikwebbr.blogspot.com.br/

O Árabe disse...

Muito bom rever-te, irmão, e voltar a apreciar teus belos poemas! Meu abraço, boa semana.

Eu Nos e os Sinos disse...

A Lua sempre iluminando tanto ceu
quanto a alma.
Lindo.
Bjkas

Celina disse...

Oi prezado amigo, espero que tudo esteja bem, com com saúde e em paz. Este trecho do Evangelho onde Jesus entra em Jerusalém montado num burrinho é conhecido na Bíblia como Domingo de Ramos.Um abraço fraterno Celina.

Ivone disse...

Antonio, amigo poeta querido, saudade de você!
Lindo poema, amo também a Lua, nos inspira sempre com sua beleza!
Grande abraço e um lindo fim de semana!

O Árabe disse...

Meu abraço, irmão. Aguardo o novo post e te desejo boa semana. Salam Aleikum!

Beatriz disse...

Bjinho :)

Evanir disse...


Mulher .
Mulher , mãe uma fera na defesa dos seus
filhos.
Mulher, avó segunda mãe jamais esquecida
por um amor incondicional ,
netos segunda gestação dos próprios filhos.
Mulher ,bisavó nessa fase entendemos,
nossa geração foi londe nosso amor foi infinito.
Eu sou essa mulher .
Sim..tia , irmã , mãe , avó , bisavó por isso venho te abraçar
pelo Dia da Mulher.
Por me sentir especial .
Para você acreditar que tudo vale a pena
quando abrimos a janela nosso coração ,
e deixamos o amor entrar.
A vida é eternizada por nós mesmo,
não importa os obistaculos,
que a vida coloca já que é impossível viver sem eles.
Quero apenas ser lembrada com carinho.
Mãe blogueira.
Avó Blogueira.
Por Fim bisavó blogueira.
Sou essa mulher que veio
para deixar um carinho no Dia das mulheres.
Ser mulher é algo Divino.
Desde ,que nos sentimos um ser especial
diante de Deus.
Parabéns não só a mulher,
mais a eterna companheira .
Beijos no coração carinhos na alma.
Evanir.
Saudades de ti meu amigo.

Flor de Jasmim disse...

Antônio meu grande amigo, espero e desejo que estejas bem!

Deixo o meu beijinho e uma flor

Maria Rodrigues disse...

Amigo poeta passei para deixar um beijinho e desejar um excelente domingo.
Maria